#4 Sugestão do dia (e resenha): Por um fio- Drauzio Varella



Hello pessoinhas! Para a sugestão da vez, trago um livro que eu considero muito especial, do qual gostei muito: Por um fio, do renomado Drauzio Varella. Eu confesso que quando o vi pela primeira vez não me atraiu, mas o li pelo fato de o Drauzio ter sido alguém que eu admirava desde meus 11 ano, quando ainda sonhava em ser médica (rs).
Este livro narra a experiÊncia do médico em questão quando ele se especializava em Oncologia numa época em que o câncer era muito mais assustador que hoje, e mal era citado pelo medo de assumir a mesma. Ele relata, de maneira muito realista e sensível, as experiências vividas com toda a sorte de pacientes, percorrendo emoções como revolta, surpresa, comoção, raiva, e carinho, difíceis de lidar inclusive para quem "deveria estar acostumado a lidar com isso".
O que amarra a leitura também, são os pacientes. Muitas pessoas ficam conformadas, outras com ira por ter descoberto a doença, e uma outras vêem a visão da morte como uma nova fase com a qual se ver a vida, enquanto precisam lidar com parentes muitas vezes mesquinhos, mais abalados que o doente, ou otimistas.
Drauzio também compartilha com o leitor algumas de suas fases de vida, o que em minha opinião te aproxima tanto dele quanto da obra em si, e tornando-se um livro que te abre muitas perspectivas sem dar ao câncer apenas aquele tom de tristeza, mas um tom de que ás vezes, ele não define toda uma história, apenas uma versão nova dela.


Espero que tenham gostado, e quando tiverem a oportunidade, se deliciem com ele assim como eu.




Mini biografia de Drauzio Varella:


               
  Nasceu em São Paulo, em 1943. Formado em medicina pela USP, trabalhou por vinte anos no Hospital do Câncer. Foi voluntário na Casa de Detenção de São Paulo (Carandiru) por treze anos e hoje atende na Penitenciária Feminina da Capital. Seu livro Estação Carandiru (1999) ganhou os prêmios Jabuti de Não-Ficção e Livro do Ano. Nas ruas do Brás recebeu o Prêmio Novos Horizontes, da Bienal de Bolonha, e Revelação Infantil, da Bienal do Rio de Janeiro. É autor também de Macacos(Publifolha, 2000) e de Cabeça do cachorro(TerraBrasil, 2008), este último em parceria com o fotógrafo Araquém Alcântara. Atualmente apresenta uma série no Fantástico (“Corpo Humano - o que acontece dentro da gente”).




(Fonte: http://www.companhiadasletras.com.br/autor.php?codigo=01016)

2 comentários